Franquias Mecanicas

A primeira menção a máquinas de franquear aparece no Boletim Postal que menciona a Circular n. 19-E/1ª da DG dos Correios, Subdiretoria do Expediente, 1ª Secção, em 27 de março de 1925. Textualmente:

“Communico-vos, para os devidos fins, que, de accôrdo com o estabelecido no artigo 13, parágrafo 1º, da Convenção de Madrid e conforme as instrucções approvadas pelo aviso n. 4908 de 17 de Outubro ultimo, publicadas no “Diário Official” de 22 do mesmo mez, serão utilizadas nesta Diretoria, para o franqueamento da correspondência postada no Distrito Federal, a partir do dia 15 de abril próximo vindouro, machinas de franquear cujos sinetes indicam as taxas pagas, por meio de sellos fixos, a data de expedição e o nome do correio de origem.”

 

Logo a seguir, a edição de 19 de abril de 1925 do jornal O Paiz da capital federal traz matéria sobre a instalação, na Companhia Sul-America,

“da primeira machina de franquear correspondência em uso no nosso paiz. A machina, da ‘The Universal Postal Frankers Ltd.’, de Londres, sella e carimba qualquer envelope automaticamente movida por electricidade.” A matéria prossegue informando “que se trata da máquina nº12, pioneira na América do Sul”.

As franquias estão apresentadas nos respectivos bairros ou muncípios indicados nos respectivos datadores. Informações mais detalhadas estão no menu Agencia Central>Franquias mecanicas. Clique neste link.

CATÁLOGO DE TIPOS 

A numeração de tipos segue a classificação básica de Mario Xavier Jr. 

© 2016 www.agenciaspostais.com.br