Pré-filatélicos

CARIMBOS PRÉ-FILATÉLICOS (1798 – 1843)

Em 1798 a Coroa Portuguesa estatiza e centraliza os serviços postais, subordinando-os ao Ministério da Marinha e Ultramar. Cria no Rio de Janeiro a Administração do Correio da Corte e da Província do Rio de Janeiro, instalada no Paço dos Vice-Reis (posteriormente Paço Imperial).

Após a chegada da família real ao Brasil foi publicada, em 22 de novembro de 1808, a Decisão nº 53 com o Regulamento Provisional da Administração Geral dos Correios, criando o cargo de Administrador.

Isso seria radicalmente alterado pelo Decreto 255 de 29 de novembro de 1842, que introduziu o porte pré-pago e o selo postal. Veja detalhes no menu “Correio Geral da Corte“.

IMAGENS

Os carimbos pré-filatélicos utilizados pelo Correio da Corte não estão no centro principal de pesquisa deste site. Assim, vou me socorrer com o colega Everaldo Santos (ES) que publicou seu livro “Brazilian Postmarks XIX Century” em 2005 com poucas cópias distribuídas. Começo por apresentar o índice extraído do primeiro capítulo do volume Rio de Janeiro e Espirito Santo -The General Administration Office. As imagens não identificadas são reproduções do seu livro.

ES apresenta como primeira imagem uma carta postada em Lisboa em 15 de outubro de 1798 com destino a Mariana-MG que recebeu um carimbo de trânsito no Rio de Janeiro. Este seria portanto o mais antigo carimbo brasileiro conhecido, grafado CORº . DO R.DE JAN.ro

* * *

O segundo carimbo reza Rº DE JANRº (com o “N” grafado corretamente) .A imagem é de carta do Rio de Janeiro para Lisboa datada 21 “March” 1818 endereçada ao Sr Diogo Finnie (coleção do autor).

* * *

O terceiro  carimbo é igual ao anterior, mas com o “N” grafado invertido. Segundo ES teria sido utilizado de 1819 a 1828. A carta abaixo é descrita como postada no Rio de Janeiro em 30.11.1820 com destino a Vila Rica-MG.

Outro exemplo é de uma bela peça postada em 9.6.1821 com destino a Lisboa. (coleção Klerman Lopes).

* * *

O tipo nº4  apresenta a mesma grafia do nº2 com o “N” na posição correta mas com a adição de moldura artística. Postada em 2.10.1832 com destino a S. Paulo.

* * *

O Tipo nº5 traz a legenda com RIO DE JANEIRO sem abreviaturas e com cercadura dupla enfeitada. Postada em 4.10.1833 com destino a S. Paulo

* * *

O carimbo nº6 é o primeiro circular e primeiro grafado RIO DE JANEIRO. Postado em 04/05/1837 em Nictheroy,  Provincia do Rio de Janeiro com destino a Paraty  (coleção do autor)

Em 1834, o Ato Adicional à Constituição de 1824 fez da Vila Real da Praia Grande a capital da província do Rio de Janeiro, e transformou a cidade do Rio de Janeiro, então capital do império, num município neutro, sem estar subordinado à alguma província. No ano seguinte, 1835, a cidade passou a se chamar Nictheroy.

 

* * *

O último tipo pré-filatélico traz a legenda “Correio Geral da Corte”, nova denominação do serviço postal pelo Decreto s/n de 5 de março de 1829Utilizados em 1842 e 1843, trazem o mesmo carimbo que seria mais tarde utilizado como o primeiro obliterador da série Olhos de Boi já no período filatélico (ver menu Correio Geral da Corte). A imagem da carta abaixo é auto-explicativa.

Não deixa de ser curioso que esse carimbo tenha sido utilizado quase ao mesmo tempo da publicação do Decreto 255 de 29 de novembro de 1842. Tudo indica que ele tenha sido concebido para ser utilizado em conjunto com os selos postais, mas não se conseguiu sincronismo.

 

 


AGENCIA CONSULAR BRITÂNICA

A agencia britânica (British Post Office) foi instalada na Rio de Janeiro em 1833 e funcionou até 1874. Entre os diversos carimbos utilizados, há um tipo de 1839 conhecido como “arco-duplo” que é datado e guarda semelhança com o carimbo apresentado acima. A imagem é da coleção do autor e foi postada no Rio em 15 de fevereiro de 1841 e possui carimbo de recepção britânico em 9 de abril. Não pude deixar de registrar a beleza da marca d’água do papel utilizado (imagem inferior).

© 2016-2020 www.agenciaspostais.com.br (rev. dezembro de 2020)