Bairros L-M-N

Localização das Agências Postais do Município do Rio de Janeiro

bairros-lmn3

HISTÓRIAS, CURIOSIDADES E IMAGENS DAS AGÊNCIAS

 LAGOA

No início, toda a região compreendida pelo Jardim Botânico, Lagoa e Gávea chamava-se Gávea do Jardim (assim se chamou a primeira agência postal do Jardim Botânico). A ocupação do bairro começou com o prolongamento, em Botafogo, da Rua Clemente e a chegada dos trilhos do bonde na região da Fonte da Saudade. A fonte ficava na primitiva praia da lagoa e era onde se reuniam as lavadeiras do bairro. Nos anos 20, foram construídas as ruas que, através de aterros, permitiram circundar a Lagoa. Hoje o espelho d’agua é tombado. O bairro teve uma agência postal por um breve período no tempo da império e, depois disso, só em 2002.

Carimbos do bairro da Lagoa

 

LARANJEIRAS

Bairro com ocupação antiga, ocupa o vale do rio da Carioca, a jusante do bairro do Cosme Velho. Na parte baixa do bairro, está a sede do Fluminense Football Club, construída em estlo clássico, inaugurada em 1920. É vizinho do Palácio Guanabara, atual sede do governo fluminense. Construído em 1850, na Rua Guanabara, hoje Pinheiro Machado, foi residência da Princesa Isabel até o final do Império, quando foi confiscado pela Republica. É até hoje objeto de ação movida pela familia Imperial.

Bairro das Laranjeiras 1910

No mapa acima, de 1910, pode-se observar as diversas localizações da antiga agência do bairro. Ela teve três nomes e quatro localizações: Palácio Guanabara, Rua Guanabara (2 vezes) e Praça São Salvador. No mapa observa-se que a rua Guanabara, hoje Pinheiro Guimarães, ainda não atravessava a pedreira rumo a Botafogo. O fato é que mesmo com essas mudanças ela teve vida curta sendo transferida em 1916 para a rua do Catete (vide). O bairro só voltaria a ter uma agência 40 anos depois e, mesmo assim, por pouco tempo.

Uma curiosidade sobre o bairro de Laranjeiras foi a existência de uma agencia postal móvel, estacionada no bairro a partir de 1971. A experiencia não deve ter funcionado bem, pois não há outras referencias além da matéria do jornal Correio da Manhã de 27 de agosto de 1971 apresentada abaixo. Nem mesmo é certo que tenha usado um carimbo próprio, quem sabe um dia aparece um exemplar? Quanto ao nome da agencia, a matéria cita APM-01, mas outra matéria do mesmo jornal cita GB-04. O serviço funcionou por algum tempo e também nos bairros do Leme e da Pavuna.

Carimbos do bairro de Laranjeiras

 

LEBLON: ver página destacada no menu

LEME:

Se a abertura do “Tunel Velho” foi o alavancador da ocupação do vizinho bairro de Copacabana, a abertura do segundo, o “Tunel Novo” em 1906 deu grande impulso à ocupação do Leme.

Uma curiosidade sobre o bairro do Leme foi a existência de uma agencia postal móvel, estacionada no bairro a partir de 1971. Ver matéria no bairro de Laranjeiras.

Carimbos do Leme

Vale lembrar que existe uma agência com o nome Leme que, no entanto, está classificada em Copacabana, como indica o site dos Correios.

 

MADUREIRA: ver página destacada no menu

MANGUEIRA

Mangueira é um favela muito antiga, com origens por volta de 1850. O morro onde começaram a surgir os barracos recebeu uma das primeiras antenas do telégrafo, passando a ser conhecido por Morro do Telégrafo. No entanto, uma fábrica das proximidades resolveu mudar seu nome para “Fábrica de Chapéus Mangueira” pois a região era grande produtora da fruta. Assim, quando a EFCB construiu em 1889 uma de suas estações no local, denominou-a “Mangueira”. A partir daí, o morro passou a ser conhecido por Morro da Mangueira, sendo o Telégrafo um de seus sub-bairros. A agência postal é dessa época, tendo sido criada em 1896. A comunidade é hoje mais conhecida por sua popular Escola de Samba, a Estação Primeira da Mangueira, que evoca a pioneira estação da EFCB.

Carimbos da Mangueira

 

MANGUINHOS

A região, bastante favelizada,  é mais lembrada hoje pela Refinaria de Manguinhos, inaugurada em 1954. Está também nas proximidades a Fundação Oswaldo Cruz, com seu prédio em característico estilo mourisco no alto de uma elevação. Não possuo exemplares de carimbos.

 

 

MARACANÃ

O bairro deve seu nome ao rio Maracanã que, por sua vez, tem origem no tupi maraka-nã (papagaio). Vizinho à Quinta da Boa Vista, o bairro é conhecido pelo Estádio Mário Filho, ou Estádio do Maracanã, construído para a Copa de 1950. Atualmente está em reforma para hospedar a Copa de 2014 (veja ilustração ao lado do projeto do Novo Maracanã). Nesse local funcionou também o Derby Clube, associação de turfe inaugurada em 1885. A agência postal é de 1896.

Carimbos do Maracanã

MARECHAL HERMES

O bairro de Marechal Hermes tem uma origem bastante peculiar. Foi concebido no governo do presidente que lhe empresta o nome e foi inaugurado em 1o. de maio de 1913. Nessa mesma data foi entregue a estação “Marechal Hermes” da EFCB (foto). A agência postal foi criada em 25 de agosto do mesmo ano com o nome “Vila Proletaria Marechal Hermes”. Planejado com o objetivo de suprir a carência por moradias populares, previa arruamento, infrestrutura completa e 1350 casas populares, das quais foram entregues apenas 135. Em 1930 o então presidente Getúlio Vargas retomou a obra com a construção de blocos de apartamentos. Hoje possui aproximadamente 50 mil habitantes e mantém muitos traços do projeto original.

Carimbos de Marechal Hermes

MARIA DA GRAÇA

Na região, ficava a Fazenda Maria da Graça, da família Cardoso Martins. Foi adquirida, mais tarde, pela Companhia Imobiliária Nacional que em 1934 fez o arruamento e loteamento do bairro “Jardim Maria da Graça”, entre a rua Miguel Ângelo, a avenida Suburbana, a Linha Auxiliar e o bairro de Del Castilho (texto do portal GeoRio). A estação “Maria da Graça” da Linha Auxiliar foi inaugurada em 1928 e a agência postal que leva seu nome é de 1936.

Carimbos do bairro de Maria da Graça 

 

MEIER : ver página destacada no menu

 

© 2012-2017 www.agenciaspostais.com.br (atualizado em dezembro 2017)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *