Vargem Grande a Vigario geral

Localização das Agências Postais do Município do Rio de Janeiro

IMAGENS, HISTÓRIA E CURIOSIDADES SOBRE AS AGÊNCIAS

VARGEM GRANDE

As terras do bairro pertenciam à sesmaria de Gonçalo Correia de Sá, cuja filha dona Vitória, em ocasião de seu falecimento, doaria a extensa propriedade aos Monges Beneditinos que, no século XVIII, construíram a fazenda Vargem Grande cujas ruínas ainda existem no “Sítio Petra”, número 10636, atual Estrada dos Bandeirantes. A agencia postal e bem antiga, criada em 1867. Em 1891, os Beneditinos venderam todo seu latifúndio a empresas incorporadoras. A imagem de um bairro rural, ligado à natureza, com a esplêndida paisagem florestal do Maciço da Pedra Branca ao fundo com altitudes entre 500 e 1000 metros, terminou por transformar a região em um pólo de ecoturismo e gastronômico. A agencia é de 1867, mas infelizmente não possuo imagens.

VARGEM PEQUENA

Bairro vizinho à Vargem Grande, compartilha com este a mesma base histórica e de desenvolvimento. Sua agência e mais recente, datando de 1916. Não possuo imagens.

 

VICENTE DE CARVALHO

Bairro da zona norte do Rio, seu nome se refere a um fazendeiro local, Vicente de Carvalho, que denominaria também a estação da Estrada de Ferro Rio D’ Ouro,  inaugurada em 15 de janeiro de 1883. A agencia postal seria criada na estação, alguns anos depois, em 1909. A favela do morro do Juramento, marco de referência no bairro, começou a ser ocupada em 1945, e desenvolvida nos anos 60.

Carimbos do bairro de Vicente de Carvalho

Obs. A agencia Penha Circular está catalogada em Vicente de Carvalho seguindo a classificação dos Correios.

VIDIGAL

O major de milícias e intendente da polícia Miguel Nunes Vidigal, de grande influência no Primeiro Império, recebeu dos monges beneditinos em 1820, extensas terras que iam das encostas da Pedra Dois Irmãos até o mar, onde construiu a Chácara do Vidigal. Em 1886, seus herdeiros venderam a propriedade ao Engenheiro João Dantas. O acesso à área se dava pelo tortuoso caminho da Chácara do Céu, que vinha do Leblon. Só em 1913, o Professor Charles Armstrong aproveitou o leito abandonado do projeto cancelado de uma ferrovia litorânea, para servir de caminho ao seu Colégio Anglo-Brasileiro no Vidigal. Em 1919 o Prefeito Paulo de Frontin alargou e prolongou o “Caminho de Armstrong” criando a panorâmica Avenida Niemeyer, em homenagem ao Comendador Conrado Jacob Niemeyer. Considerada uma das mais bonitas vistas do Rio de Janeiro, o bairro-favela surgiu na encosta na década de 40 e hoje expandiu-se na direção do Leblon com a comunidade Chácara do Céu.

Em anúncio publicado em 4 de novembro de 1982 no Jornal do Brasil, o DCT proclama a “inauguração da primeira agência postal em favela no Rio de Janeiro”, na estrada do Tambá, 735. No mesmo anúncio, prevê a breve inauguração da Rocinha.

Carimbos do bairro Vidigal

 

VIGARIO GERAL

Conta a história que o Vigário Geral da Freguesia do Irajá, ia de trem do centro da cidade até a estação do Velho Engenho (de 1886, atual Vigário Geral) e de lá seguia a cavalo até a sede que se situava na igreja construída na primeira metade do Século XVII e se localiza atualmente ao lado do cemitério do Irajá. O caminho que este percorria ficou conhecido como “Estrada do Vigário Geral”, a qual corta o bairro, e que, com o passar do tempo, acabou por dar seu nome ao bairro.

Carimbos do bairro de Vigario Geral

 

© 2012-2018 www.agenciaspostais.com.br – dezembro de 2018

Uma ideia sobre “Vargem Grande a Vigario geral

  1. Meu caro amigo Paulo,

    Mais uma vez meus sinceros parabéns, pela beleza do trabalho. Infelizmente ainda estou com os mesmos problemas, pois não consigo fazer com que o meu provedor venha até a minha casa para consertar a rede. Já cansei e dar telefonemas, mas eles não querem atender, e ficam embromando o tempo todo. Pretendo mudar de provedor ainda na próxima semana. Assim que eu resolver esse problema voltarei a me comunicar permanentemente com você. Estou neste momento numa Lan House perto de minha casa.
    Um forte abraço,
    Marlino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *