Bairros V-Z

Localização das Agências Postais do Município do Rio de Janeiro

bairros-vz1

IMAGENS, HISTÓRIA E CURIOSIDADES SOBRE AS AGÊNCIAS

VARGEM GRANDE

As terras do bairro pertenciam à sesmaria de Gonçalo Correia de Sá, cuja filha dona Vitória, em ocasião de seu falecimento, doaria a extensa propriedade aos Monges Beneditinos que, no século XVIII, construíram a fazenda Vargem Grande cujas ruínas ainda existem no “Sítio Petra”, número 10636, atual Estrada dos Bandeirantes. A agencia postal e bem antiga, criada em 1867. Em 1891, os Beneditinos venderam todo seu latifúndio a empresas incorporadoras. A imagem de um bairro rural, ligado à natureza, com a esplêndida paisagem florestal do Maciço da Pedra Branca ao fundo com altitudes entre 500 e 1000 metros, terminou por transformar a região em um pólo de ecoturismo e gastronômico.

VARGEM PEQUENA

Bairro vizinho à Vargem Grande, compartilha com este a mesma base histórica e de desenvolvimento. Sua agência e mais recente, datando de 1916. Não possuo imagens.

 

VICENTE DE CARVALHO

Bairro da zona norte do Rio, seu nome se refere a um fazendeiro local, Vicente de Carvalho, que denominaria também a estação da Estrada de Ferro Rio D’ Ouro,  inaugurada em 15 de janeiro de 1883. A agencia postal seria criada na estação, alguns anos depois, em 1909. A favela do morro do Juramento, marco de referência no bairro, começou a ser ocupada em 1945, e desenvolvida nos anos 60.

Carimbos do bairro de Vicente de Carvalho

 

Obs. Penha Circular está catalogada aqui seguindo o site dos Correios.

VIDIGAL

O major de milícias e intendente da polícia Miguel Nunes Vidigal, de grande influência no Primeiro Império, recebeu dos monges beneditinos em 1820, extensas terras que iam das encostas da Pedra Dois Irmãos até o mar, onde construiu a Chácara do Vidigal. Em 1886, seus herdeiros venderam a propriedade ao Engenheiro João Dantas. O acesso à área se dava pelo tortuoso caminho da Chácara do Céu, que vinha do Leblon. Só em 1913, o Professor Charles Armstrong aproveitou o leito abandonado do projeto cancelado de uma ferrovia litorânea, para servir de caminho ao seu Colégio Anglo-Brasileiro no Vidigal. Em 1919 o Prefeito Paulo de Frontin alargou e prolongou o Caminho de Armstrong criando a panorâmica Avenida Niemeyer, em homenagem ao Comendador Conrado Jacob Niemeyer. Considerada uma das mais bonitas vistas do Rio de Janeiro, o bairro-favela surgiu na encosta na década de 40 e hoje expandiu-se na direçao do Leblon com a comunidade Chácara do Céu.

Em anúncio publicado em 4 de novembro de 1982 no Jornal do Brasil, o DCT proclama a “inauguração da primeira agência postal em favela no Rio de Janeiro”, na estrada do Tambá, 735. No mesmo anúncio, prevê a breve inauguração da Rocinha.

Carimbos do bairro Vidigal

 

VIGARIO GERAL

Conta a história que o Vigário Geral da Freguesia do Irajá, ia de trem do centro da cidade até a estação do Velho Engenho (de 1886, atual Vigário Geral) e de lá seguia a cavalo até a sede que se situava na igreja construída na primeira metade do Século XVII e se localiza atualmente ao lado do cemitério do Irajá. O caminho que este percorria ficou conhecido como “Estrada do Vigário Geral”, a qual corta o bairro, e que, com o passar do tempo, acabou por dar seu nome ao bairro.

Carimbos do bairro de Vigario Geral

 

 VILA ISABEL: ver página destacada no menu

VILA MILITAR

No início do século XX, os batalhões e regimentos da cidade se concentravam próximos ao Centro, em São Cristóvão, no Campo de Santana, no antigo Arsenal de Guerra (atual Museu Histórico), na Fortaleza de São João e na Praia Vermelha. O Marechal Hermes da Fonseca resolveu então transferir os seis batalhões do primeiro e segundo Regimentos de Infantaria para uma nova vila militar na zona suburbana, que pudesse se interligar com as unidades de Realengo. As obras terminaram 1910 e a Vila Militar foi inaugurada em 1912. A primeira agência postal data de 1914. A partir de 1915, novos quartéis e residências para militares foram construídos ao longo da avenida Duque de Caxias, formando, ao longo do tempo, o maior aquartelamento do Brasil e a maior concentração militar da América Latina, com mais de 60.000 homens. No ramal ferroviário de Mangaratiba (atual ramal de Santa Cruz), foi inaugurada a estação Vila Militar, em 18 de agosto de 1910, com seu belo prédio em estilo inglês, semelhante ao da Estação de Marechal Hermes (portal GeoRio).

Carimbos da Vila Militar

VILA DA PENHA

Bairro vizinho à Penha Circular, não deve ser confundido com esse ou com a Penha. Existe uma agencia com nome Largo do Bicão, mas os Correios a classificam em Bras de Pina.

 

VILA VALQUEIRE

No passado, a região era ocupada pelo Engenho do Valqueire, onde existia grande quantidade da árvore Pau Ferro. A origem do nome deve-se ao proprietário dessas terras em meados do século XVIII, Antonio Fernandes Valqueire. A sede do Engenho ainda existe, em ruínas, e sua mais antiga construção é a Igreja de São Roque, próxima à estrada do Macaco (atual rua Quiririm). Em 1927, os herdeiros lotearam a propriedade dando o nome de Vila Valqueire ao novo bairro. O engenheiro Alencar Lima, autor do projeto, abriu ruas bem largas com nome de flores, rua das Rosas, das Margaridas, das Verbenas e a acolhedora Praça Saiqui, tornando o Valqueire um aprazível e valorizado bairro.

Carimbos de Vila Valqueire

VISTA ALEGRE

Um pequeno bairro da zona Norte da cidade, com pouco mais de 8 mil habitantes. Foi criado na década de 1950 e se originou de um grupo de onze pequenas ruas, que hoje fazem parte de um condomínio fechado. Os primeiros moradores da região fundaram um clube chamado de Grêmio Vista Alegre. O clube era sediado originalmente na Rua Dez, dentro do pequeno bairro, mas devido ao crescimento de moradores e associados transferiu sua sede para a rua Ponta Porã. Hoje estas onze pequenas ruas são conhecidas como bairrinho, um local cujas casas eram padronizadas, embora hoje restem poucas com o estilo original.

Carimbos de Vista Alegre

ZUMBI

Leio na internet que o nome deriva do tupi e significa “As Ancas Femininas”, devido ao formato da praia. O bairro é um dos mais antigos da Ilha do Governador. A agência postal é de 1901 e teria funcionado até 1932. Não possuo imagens de carimbos.

© 2012-2017 www.agenciaspostais.com.br – dezembro de 2017

Uma ideia sobre “Bairros V-Z

  1. Meu caro amigo Paulo,

    Mais uma vez meus sinceros parabéns, pela beleza do trabalho. Infelizmente ainda estou com os mesmos problemas, pois não consigo fazer com que o meu provedor venha até a minha casa para consertar a rede. Já cansei e dar telefonemas, mas eles não querem atender, e ficam embromando o tempo todo. Pretendo mudar de provedor ainda na próxima semana. Assim que eu resolver esse problema voltarei a me comunicar permanentemente com você. Estou neste momento numa Lan House perto de minha casa.
    Um forte abraço,
    Marlino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *