Pavuna e Meriti

AS AGENCIAS PAVUNA, MERITI E SÃO JOÃO DE MERITI

DIVISA NORTE DO DISTRITO FEDERAL

Por Paulo Novaes, editor do site agenciaspostais.com.br

  1. INTRODUÇÃO

Ao estudar com mais profundidade as agencias postais Pavuna, Meriti e São João de Meriti notei várias incongruências na classificação até então vigente no site. Foi trabalhoso rever suas localizações e montar uma cronologia que fizesse sentido com base nas pouco precisas fontes filatélicas, geográficas e ferroviárias que consultei [1]. Como resultado dessa pesquisa, cheguei a uma nova classificação que me pareceu a mais lógica, mas de certa forma surpreendente. Por isso, decidi publicar esta monografia em História Postal para explicitar as bases do processo decisório.

  1. A REGIÃO

Inicialmente apresentarei três mapas de diferentes épocas que ajudarão a visualizar as localidades e as linhas ferroviárias citadas posteriormente no texto descritivo.

O primeiro (fig. 1) é de 1892 e permite uma visualização da macrorregião do entorno da baía de Guanabara. Os rios da Estrela, do Pilar e Iguassu já foram objeto de outros artigos de História Postal neste site. A área de interesse agora é a divisa do Distrito Federal com o município de Iguassu, às margens do rio Pavuna, onde estão indicadas no mapa as localidades da Pavuna e de Merity.

FIGURA 1 – MAPA RIO DE JANEIRO DE 1892 (IHGB)

O mapa seguinte é de 1907 (fig. 2) e mostra as linhas ferroviárias existentes na época no Distrito Federal. Sobre ele acrescentei o ramal circular da Pavuna construído em 1910 como uma variante da Linha Auxiliar, além das estações de Merity na Linha do Norte, Thomazinho na Linha Auxiliar e Nilópolis na Central do Brasil bem como assinalei o local atual da sede do município de São João do Meriti. Esse mapa apresenta de forma mais clara os rios que formam os limites atuais do Município do Rio de Janeiro, antigo Distrito Federal. São eles os rios Pavuna, Merity e São João do Merity; não por acaso os mesmos nomes das agencias estudadas no trabalho.

FIGURA 2 – mapa de 1907 com adendos do autor

O próximo é uma montagem sobre um mapa atual da Wikimapia (fig. 3), na qual marquei em verde a pioneira estação ferroviária da Pavuna na EF Rio d’Ouro (1883) e em vermelho as quatro estações do ramal circular da Pavuna da Linha Auxiliar. São elas: Pavuna, São Mateus e São João de Meriti (1910) e Engenheiro Berford (1911). O traçado original da Linha Auxiliar está em azul, mostrando o trecho entre as estações de Costa Barrros e Thomazinho, ambas de 1896.

FIGURA 3 – MAPA ATUAL PAVUNA (WIKIMAPIA) COM EDIÇÃO DO AUTOR


3. O MUNICÍPIO DE IGUASSU

Na fig. 1, salta aos olhos o tamanho da tipologia de “Iguassu”, o que traduz a importância deste que à época era o mais importante município da Baixada. Com ele o Distrito Federal se limitava em boa parte de sua fronteira norte ou, mais especificamente, com o seu 4º Distrito. Um trecho de documento de 1896 [2] traz sua descrição (fig.4):

FIGURA 4 – Corografia do estado do Rio de Janeiro de 1896 (Revista IHGB 1906).

A leitura nos traz informações úteis, começando por incluir os três locais em estudo: Merity, São João (Baptista) de Merity e a Pavuna (que por sinal é a sede do distrito). Tem 135 km2 e 2.761 habitantes (20h/km2). Como comparação a Barra da Tijuca tem 50km2 e 150.000 habitantes (3.000h/km2). Nos anos 1940, esse distrito se fracionaria nos novos municípios de São João de Meriti e Duque de Caxias, desmembrados do já renomeado município de Nova Iguaçu.


A seguir passo a descrever cada uma das agencias, com a informação do município atual no qual esteve localizada.

4. PAVUNA

A agencia Pavuna (em São João de Meriti – ERJ 1276): como se nota pelo destaque na fig. 2, a Pavuna era na virada do século o núcleo urbano mais importante da região, ocupando as duas margens do rio Pavuna. A primeira agencia postal que temos registro é de 26 de junho de 1871 [3] e foi instalada no Arraial da Pavuna, na margem esquerda do rio, no local aproximado da atual sede do município de São João de Meriti (fig. 2). É surpreendente que a primeira agencia de S. João de Meriti se chamasse Pavuna.

Em 26 de junho de 1883 a EFRD inauguraria a estação Pavuna próximo à divisa, mas em território do DF (fig. 2). O local era distante o suficiente da agencia para que na licitação de condução de malas para o ano de 1901 publicada na imprensa [4] fosse incluída a rota “Pavuna: da agencia à estação”.

Esta agencia foi renomeada São João de Merity em 1927 (várias coisas decorreram dessa nota no BP em 1927: ver no cap. 5 a agencia Merity e no cap. 6 a agencia São João de Merity). No entanto, o distrito continua a se chamar Meriti e sua sede continua na Pavuna até que ele fosse anexado a Duque de Caxias em 1943 quando de sua emancipação (ver cap. 5).

No geral, carimbos “Pavuna” são raros. PA não os menciona e Koester apresenta dois exemplares (fig.5) no trabalho de carimbologia do Império, que reproduzo abaixo [9].

FIGURA 5 – Carimbos Pavuna (Carimbologia R. Koester)

A agencia Pavuna (no Distrito Federal – MRJ 468): em 24 de agosto de 1908 uma segunda agencia seria criada [6] desta vez no Largo da Pavuna, em território do Distrito Federal. Não sei que razões poderiam justificar uma segunda agencia relativamente próxima à anterior, mas podemos atribui-las a motivos político-econômicos. Essa agencia seria extinta em 1941 [8].

Os mesmos motivos estariam por trás da reivindicação da inclusão da Pavuna no traçado da linha Auxiliar (então EF Melhoramentos) cuja linha havia sido construída entre 1896 e 1898 passando ao largo da povoação (linha azul da fig. 3). O pleito do que ficaria conhecido como a linha circular da Pavuna foi levado no início de 1910 ao dr. Paulo de Frontin, então presidente da EF por um grupo de autoridades [5]. Este, sensível aos argumentos, encomendou o projeto ao engenheiro Nunes Berford. Aprovado e construído em tempo recorde, o ramal foi inaugurado em 11 de setembro de 1910 (fig. 6).

FIGURA 6 – Linha Circular da Pavuna, Gazeta de Noticias 11/09/1910 (Hemeroteca BN)

Quatro novas estações foram construídas no ramal, conforme pode ser visto na fig. 3. A estação Pavuna foi construída ao lado da existente desde 1883 na linha da EFRD, ambas em território do DF. Outras três foram construídas em território de Iguassu, futuro município de São João de Meriti. Seriam elas as estações de São João de Meriti (bem próxima ao centro), Engenheiro Berford (homenagem ao engenheiro) e São Matheus. Esta última possuía também um sub-ramal que permitia o retorno ao Rio; nela foi criada em 30 de setembro de 1919 uma agencia postal com o mesmo nome (ERJ 1287) [7].

Vale salientar que as duas agencias homônimas descritas acima, uma no RJ (ERJ 1276) outra no DF (MRJ 468) foram contemporâneas no período de 1908 a 1927. Não lhes conheço carimbos desse período para saber como eles seriam diferenciados.

A agencia Pavuna (no Rio de Janeiro, ex-DF – MRJ 469) A agencia MRJ 468 seria fechada em 29/11/1941. Mais tarde, uma segunda Pavuna funcionaria por um breve período, de 1989 a 1996. Dessa agencia, possuo alguns carimbos (fig. 7):

FIGURA 7 – Carimbos da Pavuna no Rio de Janeiro (agenciaspostais.com.br)


5. MERITI

A agencia São João de Merity (em Duque de Caxias – ERJ 401). O Boletim Postal de setembro de 1890 informa a criação da agencia postal “São João de Merity” em 5 de agosto de 1890 [10]. Evidentemente que a relacionamos imediatamente com a atual São João de Meriti. Mas, como seria possível a criação de outra agência, já que a Pavuna continuava ativa no mesmo local, como vimos no cap. 4? Um segundo documento veio ajudar. Trata-se de uma nota no Diário Oficial da União de 14 de agosto de 1890 que complementa a informação anterior. Textualmente: “De ora em deante expede-se diariamente mala para S. João de Merity, pela Estrada de Ferro do Norte (…)”.

A EF do Norte foi construída em 1886 e Merity era a primeira estação no município de Iguassu após cruzar a divisa no rio S. João de Merity, conforme nos mostra a fig. 2. Foi inaugurada em 23 de outubro desse ano.  Se, como vimos, as malas seguiam pela EF do Norte, é lógico supor que a referida agência não era outra senão São João de Merity. Esta é outra surpresa: a primeira agencia de Duque de Caxias chamava-se São João de Merity. Essa agência foi fechada em 29 de dezembro de 1896, mas restabelecida em 10 de agosto de 1901 no mesmo local.

A agencia Merity (em Duque de Caxias – ERJ 401A): o Boletim Postal de fevereiro de 1927 nos informa que a agencia São João de Merity foi renomeada “Merity”. Finalmente!

Uma pequena nota no Boletim Postal no dia 10 (fig. 8) faria o alinhamento dos nomes das agencias com suas localidades. A indicação ‘Districto Federal’ pode ser um engano, ou que ambas respondessem à DR-DF (hipótese aliás muito provável).

FIGURA 8 – Boletim Postal de 10/02/1927

A agencia Caxias (em Duque de Caxias – ERJ 402): Continuando a história, em 14 de março de 1931 Meriti é elevada a sede de distrito em Nova Iguaçu adotando o nome de Caxias. A agencia acompanharia o novo nome em 19 de julho de 1932. A estação também.

O município homenageia Luis Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, nascido no vizinho Porto da Estrela em 1803. O local, importante posto de passagem do comercio da Corte com MG chegou a ser elevado a município em 1846. Veja a história completa no Menu História Postal > municípios extintos > Vila da Estrela.

A agencia Duque de Caxias (em Duque de Caxias – ERJ 403): finalmente, em 31 de dezembro de 1943 o distrito seria emancipado de Nova Iguaçu, adotando o atual nome de Duque de Caxias. A agencia acompanharia. Segue imagem do primeiro carimbo que encontrei (Fig. 9):

FIGURA 9 – Carimbos de Duque de Caxias (agenciaspostais.com.br)


6. SÃO JOÃO DE MERITI

Vimos no capítulo 4 que S. João de Merity teve a primeira agencia postal da região, criada em 26 de junho de 1871 e denominada Pavuna [3]. Pode-se estranhar o uso de Pavuna, mas a leitura dos jornais da época revela que a região era chamada assim [11]. Já vimos também no capítulo 5 que este nome na verdade estava muito mais associado à Merity (Duque de Caxias), tanto que sua primeira agencia se chamaria São João de Merity.

A agencia São João de Merity (em São João de Meriti – ERJ 1277): O nome Pavuna permaneceria até 1927 quando uma nota no Boletim Postal de 10 de Fevereiro de 1927 a renomeou São João de Meriti (fig. 7) alinhando finalmente o nome da agência à sua localidade atual.

A agência Meriti (em São João de Meriti – ERJ 1278): o Diário Oficial da União de 1941 informa que a agencia foi renomeada Meriti em 14 de janeiro de 1941, sem dar maiores detalhes. Qual a motivação dessa alteração? Infelizmente não possuo os boletins postais do ano 1941. Para confundir ainda mais, uma nota no Jornal do Commercio em 5 de julho de 1941 diz: “O Sr. Capitão Landry Salles Diretor Geral dos Correios e Telégrafos assinou ato restabelecendo a agencia postal de Meriti de 4ª.classe subordinada à DR-RJ”.

Em 31/12/1943 Duque de Caxias seria emancipado formando um novo município com território desmembrado de Nova Iguaçu. A ele seria incorporado o distrito de Meriti, que aí permaneceu até 1947 quando foi desmembrado para formar o município de São João do Meriti.

A agencia São João de Meriti (ERJ 1279): em 1953 o bom-senso prevalece e o alinhamento agora será definitivo. Essa agencia, junto com a de Duque de Caxias, estão ainda ativas. Mas porque houve um lapso de seis anos entre a emancipação e a mudança de nome? Abaixo, alguns dos carimbos dessa agencia (fig.10)

FIGURA 10 – Carimbos de São João de Meriti (agenciaspostais.com.br)


7. RESUMO

Consolido as informações e conclusões na planilha abaixo:

 

Como se nota, agencias Pavuna, Meriti e São João de Meriti existiram em mais de um município. Um dos complicadores do trabalho.

Infelizmente, os carimbos dessas agencias são escassos e não consegui exemplares de muitas delas. As que incluí foram retiradas da coleção e podem ser vistas em detalhes nos capítulos dos respectivos municípios.

NOTAS E FONTES

[1] Refiro-me às fontes de pesquisa que utilizo regularmente: documentos oficiais dos Correios (guias postais, boletins postais, relatórios ministeriais, mapas postais e notas assinadas na imprensa), Diários Oficiais, publicações e guias ferroviários, mapas geográficos, IBGE, publicações filatélicas e jornais de época. Em particular, cito a excelente hemeroteca da Biblioteca Nacional, fonte dos textos de jornais da época que ilustram este artigo.

[2] Corografia do estado do Rio de Janeiro datado de 1896 de autoria de Antônio Jose Caetano da Silva e publicado na revista do Instituto Histórico e Geográfico do Brasil, tomo LXVII parte II publicada em 1906.

[3] Pavuna, agencia criada em 26.6.1871 conforme comunicado da 4a. secção do Correio Central publicado no Diário do RJ: “criadas mais tres agencias ruraes: Iraja, Penha e Pavuna em estabelecimentos comerciais (…)”. O relatório “agencias do imperio em 1885” também traz “Pavuna, freguesia” com data de 1871.

[4]   Gazeta de Notícias, edição de 13 de setembro de 1900 (Hemeroteca BN).

[5]  O Paiz 27 de fevereiro de 1910 (hemeroteca BN)

[6] Boletim Postal de agosto de 1908.

[7] O caso é curioso. O BP de agosto de 1919 dizia que a agencia Pavuna teria mudança de denominação para São Matheus, 4ª. classe “por ter sida transferida para essa localidade” (dia 9/8). No entanto, o BP de setembro do mesmo ano aponta no dia 30 a criação da agencia de São Matheus, 4ª.classe, ficando subentendido que a agencia Pavuna seria mantida (tanto que seria renomeada em 1927 como veremos adiante).

[8] O último dado oficial está no Guia Postal de 1940: “Pavuna, DF suburbio ag.3a. PF est. EFCB (Rio d’Ouro)”. O Diário Oficial da União de 24 de setembro de 1942 informa que o agente da Pavuna serviu de 1º de janeiro a 17 de novembro de 1941. Esta é a última menção.

[9] Vale reproduzir o texto de Koester em seu trabalho de carimbologia: “PAVUNA (Rio de Janeiro) – Havia três lugares com esse nome na província do Rio: uma, na freguesia de São João Batista de Merity, outra no município de Capivary e finalmente uma na freguesia de Jacarepagua. Não temos meios de dizer qual é a que teve agencia, criada em 1871. Seus carimbos estão nas figuras 44 e 44-A.” Esse texto reafirma a dificuldade em encontrar dados. Dos três locais que ele cita, o primeiro, conforme apresento no texto, é mesmo a atual São João de Meriti; no município de Capivari, hoje Silva Jardim, não há registro e em Jacarepaguá havia somente um ponto. Como RK estuda somente o período imperial, não menciona a agencia do Distrito Federal que é de 1908.

[10] A nota da DG dos Correios reza: “Tendo sido por esta Directoria creada uma agencia do Correio na freguezia de ‘S. João de Merity’ no Estado do Rio de Janeiro e nomeado um agente interino (…)”.

[11]  (Gazeta de Notícias, edição de 24.12.1891 – Hemeroteca da BN) Até mesmo a Matriz era citada na Pavuna.


© 2019 agenciaspostais.com.br (autor: Paulo Novaes)