8ª Secção

8ª Secção (1895 – 1919)

O Decreto 1692-A de 10 de abril de 1894 foi o primeiro da era republicana a publicar uma revisão do Regulamento Postal. Dentre as novidades, a que mais nos interessa aqui é a estrutura organizacional em oito seções.

À 8ª Secção, atribui literalmente os “correios ambulantes e transportes”. O texto adiciona  ainda “manipulação, nos carros-correio, da correspondência ordinária recebida na partida dos trens“. Essa atribuição é, provavelmente, a origem dos poucos carimbos conhecidos (regulares e barras-duplas) que circularam entre 1894 e 1919.

O Decreto de 1896 mantém o mesmo texto, mas os decretos seguintes deixam transparecer a volatilidade das atribuições de cada seção. O Decreto de 1909 omite a 8a. Secção, cujas atribuições anteriores estão atribuídas à Quarta. Já o Relatorio Anual dos Correios de 1913 fala novamente de uma estrutura em 8 seções sem no entanto descrevê-las. Um carimbo “Refugo” de 1914 (reproduzido abaixo) valida essa informação.

Ainda vale mencionar o Decreto 14.722 de 16 de março de 1921 onde a 8ª torna a não ser mencionada. No entanto, a Portaria 1302 de 1933 publica o primeiro Regulamento sob o Estado Novo cuja abertura menciona a necessidade de modificar o texto de 1921. Assim, seu Art. 8º traz a informação de que a 8ª. Secção “ficará com os mesmos encargos atuais (…)” que não descobri quais seriam, já que não foram descritos em 1921. Por fim, a Portaria 335 de 1946 lhe acrescenta as atribuições da 9a., que por sua vez não mais é mencionada.

O fato é que não conheço nenhum carimbo posterior a 1919.

A tabela abaixo apresenta um resumo e a descrição dos carimbos na ordem cronológica em que as imagens estão apresentadas mais adiante

CARIMBOS DA 8ª SECÇÃO

 

© 2012-2017 www.agenciaspostais.com.br – fevereiro 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *