Linhas 9 e 10

Linha 9 – Ramal de Porto Novo

FER 2B Linha 9

Três Rios era importante entroncamento ferroviário.  Além da linha tronco para Minas Gerais, já mencionada, de lá saía também o Ramal de Porto Novo, que seguia o curso do Paraíba e passava por Sapucaia, chegando em 1871 a Porto Novo no município de Além Paraíba, MG. O ramal se justificava pela localização estratégica de Porto Novo, tradicional ponto de travessia do rio Paraíba, ligando a Zona da Mata mineira ao Rio de Janeiro; a expansão do cultivo de café na região também influenciou na decisão.


Correio Ambulante

Imagens de carimbos ambulantes da linha 9

 


Estações Ferroviárias


 

Linha 10 – ESTRADA DE FERRO LEOPOLDINA (trecho inicial)

Também em 1871 um novo projeto foi aprovado: a E F Leopoldina, uma alternativa para se chegar ao Rio São Francisco cruzando o território mineiro. Partindo de Porto Novo, rumo norte, atenderia as cidades de Leopoldina (origem do nome) e Cataguazes, aonde chegou em 1877. Mais tarde, entroncou-se com a Linha do Centro próximo a Ubá, passando por São Geraldo e chegando a Ponte Nova em 1886.

Com o passar do tempo, ela incorporaria diversas outras linhas e acabaria por se tornar uma ampla rede que abrangeria toda a região norte do estado do Rio, a Zona da Mata Mineira e o sul do Espirito Santo.

Nessa linha, não tenho registro de carimbos ambulantes ou de estações ferroviárias.

Correio Ambulante

Em Portaria n.567 de 1890 a DG dos Correios designava responsáveis para estudar o correio ambulante na Leopoldina. Aqui tratarei apenas das linhas da Leopoldina que partiam de Porto Novo ou de Entre Rios. Desta última, tenho registros de carimbos ambulantes no trecho Entre Rios – Ponte Nova (Linha de Caratinga). Veja mais detalhes no parágrafo seguinte.

Note que os carimbos rezam “MINAS” na legenda inferior. Mas como partem de Entre Rios vale registra-los também aqui. Quanto ao carimbo AMB 349 poderia ter sido usado em outro trecho da Leopoldina.

Imagens de carimbos ambulantes da linha 10

 

Estações Ferroviárias da linha 10

A linha Leopoldina que saía da estação Entre Rios-EFL na verdade era linha de Caratinga (seria a linha 32 deste trabalho como se vê no mapa). No trecho do Rio passava por duas estações sem agencia e depois cruzava o Paraibuna seguindo para o norte em território mineiro. Portanto, não existem agencias ferroviárias nessa linha. Sobre a estação Entre Rios-EFL, também sem agencia própria, transcrevo matéria do site estacoesferroviarias.com.br de Ralph Giesbrecht:

“A estação de Entre Rios – uma das “estações de pedra” – parecia ser apenas um posto auxiliar da estação maior, da Linha do Centro da Central do Brasil. Foi inaugurada em 24 de maio de 1900.
A estação da Leopoldina ficava a uns dois quarteirões da estação da Central. Quem vinha pelo trem de passageiros do Rio pela Leopoldina, sairia da estação de Barão de Mauá, passaria por Caxias, subiria a cremalheira de Petrópolis e atingiria Três Rios, onde o trem era partido em dois. Um pedaço ia para a linha de Manhuaçu, à direita, e o outro para a linha de Caratinga, à esquerda”.

©2013-2020 agenciaspostais.com.br (rev setembro de 2020)