Mage

mage

MUNICÍPIO DE MAGÉ

Magé é um dos municípios mais antigos do estado do Rio de Janeiro. Sua origem está ligada à Freguesia de Magepe-Mirim, criada 18 de janeiro de 1696. Em 9 de junho de 1789 foi emancipada como vila de Magé, desmembrada de Santana do Macacú (que então se denominava Santo Antônio de Sá). A vila de Magé foi elevada à cidade em 2 de outubro de 1857.

AGÊNCIAS POSTAIS

mage-tab

FATOS, HISTÓRIAS E IMAGENS SOBRE AS AGÊNCIAS

MAGÉ

Município da região metropolitana do Rio de Janeiro, Magé tem história riquíssima e sua colonização faz parte da história da Estado. Sua agência original data de 1829, segundo NM. O advento das ferrovias (e das agências a elas relacionadas) tem Magé como protagonista. Mauá é hors-concours e está em destaque abaixo. Importantes vias de integração serão a EF Príncipe do Grão-Pará, cuja estação inicial é Piabetá (1888) e tem Raiz da Serra (depois Inhomerim) na divisa com Petrópolis e atingindo território de MG; o Ramal de Teresópolis (1895), cuja estação inicial é o porto de Piedade, e a linha de Saracuruna, passando por Suruí.

E.F. MAUÁ 

A história do porto de Mauá é bastante conhecida, mas que relembro aqui pela importância histórica. Em seu porto chegavam as barcas da Praça XV para a baldeação para a E.F. Mauá, que foi inaugurada em 30 de abril de 1854 com a presença do Imperador. Esta é a primeira ferrovia do Brasil. Seu idealizador e construtor foi o grande empresário Irineu Evangelista de Souza, o Barão de Mauá. A agência postal é de ca.1880.

Abaixo o mapa postal de 1928. De Magé parte tambem a EF de Teresopolis, mas esta corre em grande parte no territorio do municipio de Guapimirim (Guapy, no mapa). No sentido horizontal, a E.F. Leopoldina corta também o territorio de Mage.

mage-mapa-postal-1928

O MUNICÍPIO DA VILA DA ESTRELA

mage-porto-da-estrela-1892-mapa-politico

O Porto da Estrela era importante entreposto comercial, na antiga rota de ligação do Rio com Vila Rica, Minas Gerais e Mato Grosso. Localizada no atual município de Magé às margens do rio Inhomirim que logo adiante deságua no Rio da Estrela que faz divisa com Duque de Caxias. O porto foi inaugurado em 1825 pelo Barão de Mauá. Em seu auge no ano de 1846, foi emancipado como município da Estrela. A posterior inauguração, pelo mesmo barão, da EF Mauá em Guia do Pacobaíba foi uma das causas da decadência do município, que foi extinto por decreto em 1892. A análise do mapa de 1892 apresentado acima mostra a importância da localidade na região na baixada fluminense. Mostra também, pela distância que estava da baía, como era boa a navegabilidade dos rios da região, severamente afetada nos anos que se seguiram pela degradação ambiental.

Sua agência postal (ERJ 630B) acompanhou essa trajetória, tendo sido criada em 5 de março de 1846 (cf. N.M) e fechada em 28 de janeiro de 1897.

mage-porto-da-estrela

As ruínas da capela e dos armazéns podem ser vistas em local assinalado no Wikimapia (acima, ruínas da igreja). (http://wikimapia.org/#lat=-22.6809652&lon=-43.2149577&z=16&l=9&m=b&v=8

Carimbos de Magé

erj0083-mage erj0084-mageerj0085-mage

© 2011-2016 www.agenciaspostais.com.br (atualizado novembro de 2016)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *