Nova Friburgo

nova-friburgo

MUNICÍPIO DE NOVA FRIBURGO

O município de Nova Friburgo foi criado em 3 de janeiro de 1820, com sede no povoado de Morro Queimado, em território desmembrado de Cantagalo [1].

A colonização do território pertencente aos municípios de Nova Friburgo e Cantagalo data do reinado de D. João VI, que autorizou, em 16 de maio de 1818, a vinda de 100 famílias suíças, oriundas do cantão de Friburgo, para criação de uma colônia. As primeiras levas de colonos suíços chegaram, em número de 30 famílias, em fins de 1819 e começos de 1820, depois de serem construídos os edifícios imprescindíveis à vida da colônia.

Considerando o progresso da colônia, baixou o governo alvará a 3 de janeiro de 1820 que concedia a Nova Friburgo o predicamento de Vila e desmembrava suas terras da área de Cantagalo. A instalação da Vila verificou-se aos 17 de abril do mesmo ano, localizando-se a sede na povoação do Morro Queimado (texto do IBGE).

É preciso acrescentar que o município considera 16 de maio de 1818 como data de sua fundação, tendo comemorado recentemente seu bicentenário. Por outro lado, os Correios lançaram em 18 de agosto de 2019 o selo comemorativo do bicentenário da imigração suíça (imagem)

 

 

 

 

***

AGÊNCIAS POSTAIS

REDE FERROVIÁRIA


FATOS, HISTÓRIAS E IMAGENS SOBRE AS AGÊNCIAS


 ERJ 728 – Nova Friburgo 

A agencia foi criada praticamente na mesma data do município. É uma das três mais antigas do estado.

Carimbos da agencia central de Nova Friburgo

Carimbos de serviço e mecânicos da Agencia Central


Carimbos de bairros e agencias terceirizadas da região metropolitana (1 no mapa)


ERJ 800 – ACF Augusto Cardoso (1994-2012)

ERJ 801 – Bengala (1986-1992)

ERJ 803 – Rodoviária Leopoldina (1976-1996)

ERJ 804 – ACF Serrana (1996-2013)
ERJ 804A – AGF da Serra (2013 – )

ERJ 805 – Olaria (1995-2013)
ERJ 805A – AGF Imperador (2013- )


CARIMBOS DO INTERIOR DO MUNICÌPIO


Conego (3 no mapa)


O bairro Cônego pertence ao primeiro distrito de Nova Friburgo. Em um passado remoto era denominado de Fazenda do Cônego, propriedade que pertencia a Antônio Clemente Pinto, Barão de Nova Friburgo. Até a década de 1830, após a subida da Serra da Boa Vista, a entrada em Nova Friburgo era feita pela Fazenda do Cônego. Fica às margens do rio de mesmo nome [fonte: A Voz da Serra, 2021].

ERJ 806 – AC Conego (1951-2000)
ERJ 807 – Fazenda do Conego (1963, não instalada)


ERJ 808 – São Geraldo (1963, não instalado)

ERJ 809 – Chacara do Paraiso (1976-1978)


Amparo (de Nova Friburgo) (6 no mapa)


Amparo surgiu com a expansão da cultura cafeeira no município de Cantagalo sendo integrado a Nova Friburgo quando de sua criação em 1820. Em 1891, separou-se de Friburgo com a criação do município de São José do Ribeirão. Este foi extinto em 1892, mas novamente criado poucos meses depois com o nome de Bom Jardim. Contudo, a lei 1003 de 10/10/1911 o reanexou a Nova Friburgo (wikipedia). Já a página do IBGE o registra assim: distrito de Amparo criado em 25/01/1924. Renomeado Refugio em 15/12/1938, retornou a Amparo em 1/7/1960.
A agencia postal foi criada após a criação do distrito.

ERJ 810 – Amparo de Nova Friburgo (1928-1940)
ERJ 811 – Refugio (1940-1963)
ERJ 812 – Amparo (1963-1986)
(de 1986 a 1999 os GP informam estar incluso em Nova Friburgo)
ERJ 813 – AGC Amparo (1999- )


Campo do Coelho (7 no mapa)


O distrito de Terras Frias foi criado em  25/01/1924 e renomeado Campo do Coelho em 1938, nome atual.

ERJ 814 – Campo do Coelho (1976-1989)
(de 1986 a 1999 os GP informam estar incluso em Nova Friburgo)
ERJ 815 – AGC Campo do Coelho (2000 – )


Conselheiro Paulino (8 no mapa)


O distrito foi criado em 7 de janeiro de 1952. A povoação já existia pelo menos desde 1876 quando da construção da estação da EF Cantagalo. A agencia por sua vez foi criada em 1891, depois terceirizada e continua ativa.

ERJ 817 – Conselheiro Paulino, estação (1891-1992)
ERJ 816 – ACF Albertino Gama (1992-2013)
ERJ 816A – AGF Expresso Brasil (2013 – )


Riograndina (9 no mapa)


O distrito de Estação do Rio Grande foi criado em 1924, renomeado Rio Grande em 1938 e finalmente Riograndina em 1943.

A estação foi construída em 1876 e a agencia, criada em 1880, foi instalada inicialmente no edifício da estação.

A linha do Cantagalo e o rio Grande cortam a cidade (imagem da wikimapia)

 

ERJ 818 – Rio Grande, estação (1880-1944)
ERJ 819 – Riograndina (1944-1978)
(de 1978 a 1999 os GP informam estar incluso em Nova Friburgo)
ERJ 820 – AGC Riograndina (1999-2014)


Mury (10 no mapa)


O bairro Mury deve seu nome a uma das famílias suíças da colonização de Nova Friburgo, Murith (texto e imagem do site estações ferroviárias.com.br).

 

A estação foi aberta com o nome de Luiz Mury em 27/01/1932 e renomeada Muri em 1934. A agencia postal “Muri” é da dessa época, sendo o primeiro registro oficial o do GP de 1940 e continua em atividade.

ERJ 821 – Mury (1940 – )


Teodoro de Oliveira (11 no mapa)


Theodoro de Oliveira possuiu entre 1873 e 1967, um dos maiores pátios ferroviários da Região Serrana, pertencente à Linha do Cantagalo. Nele terminava o sistema de cremalheira que tracionava os trens nos trechos de subida e descida da serra e operava para abastecimento de vagões cargueiros e para embarque de passageiros em sua estação ferroviária. O pátio foi desativado em 1964 e abandonado após a supressão da linha férrea em 1967. No início dos anos 1970, suas instalações foram demolidas para darem lugar à atual retificação da rodovia RJ-116 (wikipedia).

A estação está à direita na imagem. Não possuo imagens de carimbos.


Galdinopolis (12 no mapa); Lumiar (13 no mapa) e São Pedro (14 no mapa)


A lei 2181 de 16/11/1927 criou novo distrito com o nome de Galdinópolis (homenagem ao líder político da cidade Galdino do Vale), com terras desmembradas do distrito de Lumiar. Não teve vida longa e foi logo extinto pelo decreto 19.398 de 29/01/1931, sendo seu território reincorporado ao atual distrito de Lumiar. Se imagens.

ERJ 823 – Galdinopolis (1928-1963)

***

O distrito de Lumiar é o primeiro a ser criado em Nova Friburgo, em 18/10/1889. Passou por série de mudanças de nome nos anos seguintes: São Pedro em 8/8/1890; São Lumiar em 1/1/1890 (sic) ; São Pedro em 17/12/1901; Lumiar em 22/2/1915.

O distrito de S. Pedro da Serra foi criado em 12/10/1988 com área formada com terras de Amparo e Lumiar.

Galdinopolis, Lumiar e São Pedro da Serra estão localizados na Serra Fluminense a aproximadamente 700 metros de altitude em área de Mata Atlântica na Reserva Florestal de Macaé de Cima, onde nasce o rio Macaé. Lumiar era uma fazenda do nobre francês Felipe de Roure, que a assim nomeou homenageando a vila portuguesa em que nasceu sua esposa. São Pedro da Serra dista 5 km de Lumiar e seu nome foi uma homenagem ao Imperador D. Pedro I feita por colonos alemães que chegaram durante seu reinado.

ERJ 824 – Lumiar (1893-1941)
ERJ 825 – Luminar (1941-1944)
ERJ 826 – Lumiar (1944-2017)
ERJ 826A – AGC Lumiar (2017- )
ERJ 827 – São Pedro (1891-1980)
ERJ 828 – AGC São Pedro da Serra (1999- )


Notas e informações

[1] Devido a controvérsias sobre a data de constituição do município levantadas por moradores locais (veja comentários ao pé da página), reproduzo o fac-símile das fontes oficiais sobre o tema:


© 2011-2021 www.agenciaspostais.com.br (atualizado em setembro de 2021)

8 pensou em “Nova Friburgo

  1. Muito bom seu site. Parabéns pela iniciativa. Ele vem ao encontro de um anseio meu, como filatelista, que é montar uma coleção com selos da época do Império de cada município do Estado do Rio de Janeiro. Esbarrava sempre em situações como: agências que tinham sido fechadas, nomes de localidades que foram alterados ao longo dos anos, desconhecimento pessoal dos municípios aos quais pertenciam certas agências. Seu trabalho está completo e perfeito. Obrigado por presentear a comunidade filatélica com este trabalho minucioso de pesquisa histórica e proposta objetiva para o mundo da filatelia.

  2. Olá, Josué
    obrigado pelos seus comentários. O site já está pronto no que tange aos municípios do Estado. Só falta mesmo a cidade do Rio, que deve ficar pronta esses dias. Me diga se eu puder ajudá-lo em sua coleção de alguma forma. De onde vc é?
    abraços,
    Paulo

  3. Prezado Paulo Novaes.
    Mais uma vez somos presenteados, e eu, em particular, com este belíssimo sítio em que ocorre o resgate da nossa história postal. Parabéns pelas atualizações e pela versão 2018 do sítio já incluindo as informações do município do Rio de Janeiro acrescido do desdobramento importante do CORREIO CENTRAL.

    Sobre o município de Nova Friburgo, gostaria de esclarecimentos acerca da sua data de fundação. Você afirma na abertura que ele “foi estabelecido em 3 de janeiro de 1820”. Esta é um questão que precisa ser esclarecida. A data de aniversário da cidade é 16 de maio. Data esta comemorada anualmente. Neste caso haveria uma impropriedade. Além disso, o ano de fundação deveria ser revisto, posto que neste presente 2018, comemora-se os 200 anos de fundação da cidade. A cidade está se mobilizando para comemorações especiais neste sentido. Então, o correto seria mencionar que o município foi fundado em 16 de maio de 1818.

    Há peculiaridades importantes sobre a organização do município. Trata-se da primeira cidade brasileira a abrigar projeto não português de estabelecimento de Vila, bem como de desenvolvimento não baseado em mão de obra escrava, conquanto verifique-se a presença de população escrava em meio aos estrangeiros. Assim sendo, se posso ousar oferecer uma sugestão de parágrafo de abertura para o capítulo do sítio que trata do município de Nova Friburgo, ofereço a seguinte redação:

    -.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

    Região, até o ano de 1755 habitada por índios goitacazes e puris, além dos portugueses, a atual Nova Friburgo foi elevada a categoria de Vila em 16 de maio de 1818, por decreto do Rei Dom João VI. Interessante que esta foi uma iniciativa que queimou etapas, visto que vilas eram criadas no Brasil cumprindo-se etapas primárias quando os povoados recebiam a alcunha de “Capela”, com a instalação de pequeno templo para ofícios religiosos. Daí, seguia-se a segunda etapa que era o “Curato”, quando o povoado dispunha de um Cura para os registros de nascimentos, casamentos e óbitos. A etapa seguinte era transformar em “Freguesia”, com o aumento da população e, finalmente em “Vila” quando fatores econômicos e demográficos assim o impunham. Por conta da necessidade que o governo imperial tinha, de estabelecer um Núcleo Colonial de Suíços, Nova Friburgo foi alçada à condição de Vila, desmembrando-se da Vila de Cantagalo, sem passar por estas etapas.

    Participam predominantemente dessa formação inicial da Vila, os suíços e alemães. Dom João VI baixa um decreto autorizando o agente do Cantão de Fribourg, na Suíça, Sebastien Nicolas Gachet, a estabelecer uma colônia de cem famílias suíças na então Fazenda do Morro Queimado. O Hino Oficial da cidade exalta este tempo quando ecoa esta epopeia: “Salve brenhas do Morro Queimado, que os suíços ousaram varar…” Entre 1819 e 1820, a região foi colonizada por 265 famílias suíças, totalizando 1.458 imigrantes.

    A cidade foi batizada pelos suíços com o nome de Nova Friburgo, em homenagem à cidade de onde partiu a maioria das famílias, Fribourg (“Friburgo” em português, “Fribourg” em francês, “Freiburg” em alemão, idioma em que foi criado o nome da cidade a partir das palavras “frei” = livre e ” burg” = castelo/forte), no Cantão de Fribourg.

    Nova Friburgo foi, também, o primeiro município no Brasil a ser colonizado por alemães, tendo estes imigrantes, ao todo 456, chegado à cidade em 3 de maio de 1824. Acrescente-se, também, que Nova Friburgo foi a primeira colônia não lusitana a ser fundada no Brasil em caráter oficial. Por conta da chegada dos alemães, instalou-se em Nova Friburgo a primeira igreja protestante do Brasil e da América Latina, a Igreja Luterana, fundada, também, em 3 de maio de 1824. Pode-se dizer, daí, que Nova Friburgo é o berço do protestantismo brasileiro.

    Somente em 8 de janeiro de 1890, Nova Friburgo foi elevada à categoria de cidade, A agência postal de Nova Friburgo é uma das mais antigas do estado, datando de 24 de janeiro de 1820. Este capitulo, portanto, ainda pode render boa pesquisa e material ilustrativo, a medida que interessados queiram apresentar suas contribuições.

    -.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-

    Obrigado por este espaço de troca de informação. Desculpe-me o abuso, mas se minhas palavras servirem para algo, sentir-me-ei grato. Fiquei à vontade para aproveitar o texto “in totun” ou parcialmente. Se precisar das fontes, posso oferecê-las. Desde já agradecido!

  4. Olá, Josué
    Obrigado pelos seus comentários e seu texto introdutório.
    Para dar uniformidade e ser justo com todos os municípios, meu resumo histórico é baseado no site oficial do IBGE. Veja o que ele diz:

    History
    A colonização do território pertencente aos municípios de Nova Friburgo e Cantagalo data do reinado de D. João VI, que autorizou, em 1818, a vinda de 100 famílias suíças, oriundas do cantão de Friburgo, para criação de uma “colônia”.
    Nomeado inspetor da povoação recém-formada, o Monsenhor Pedro Machado de Miranda Malheiros, instalou a sede da colônia, sob a denominação de Nova Friburgo, em vista da procedência dos colonizadores. As primeiras levas de colonos suíços chegaram, em número de 30 famílias, em fins de 1819 e começos de 1820, depois de serem construídos os edifícios imprescindíveis à vida da colônia.
    A 3 de janeiro de 1820, considerando o progresso da colônia, baixou o governo alvará que concedia a Nova Friburgo predicamento de “Vila” e desmembrava suas terras da área de Cantagalo. A instalação da Vila verificou-se aos 17 de abril do mesmo ano, localizando-se a sede na povoação do Morro Queimado.
    Em 1823, foi incumbido o major George Antônio Scheffer de contratar na Alemanha a vinda de novos imigrantes para o Brasil, destinados às colônias de Leopoldina e Frankenthal, fundadas na Bahia em 1816. Os colonos foram desviados, porém, desses destinos e, por motivos ignorados, encaminhados para Nova Friburgo, onde chegaram a 3 de maio de 1824.
    Em 1831, terminou o sistema de administração especial da colônia, passando sua gestão à competência da Câmara da Vila. Mais tarde, com a chegada de imigrantes italianos, portugueses e sírios, acentuou-se o progresso da localidade, que a 8 de janeiro de 1890 era elevada à categoria de cidade.

    Pelo que leio, a data que indiquei é mesmo a oficial. As comemorações a que vc se refere estão baseadas na iniciativa de D. João VI para a vinda de colonos. Vale como comemoração, mas a data de emancipação é mais importante, tanto que a agencia postal foi criada poucos dias após. Isso é muito importante para um site que se pretende de história postal.

    Por outro lado, acho que fui um tanto sucinto com Nova Friburgo e pretendo aumentar e enriquecer o texto, aproveitando trechos da sua proposta, pela qual novamente agradeço. Mantenha contato. Quem sabe você me consegue alguns dos carimbos que me faltam? Um abraço,

  5. Me chamo Kátia e moro em Foz do Iguaçu-Pr. Estou criando minha árvore genealógica e descobri através de periódicos que meu bisavô José Honório Spindola foi funcionário do Correio de Friburgo iniciando em 1898 e em 1911 encontro outro periódico onde consta seu nome, ainda como funcionário. Gostaria de saber onde posso encontrar os registros antigos desses funcionários, pois preciso descobrir quem foram os pais dele para poder prosseguir com minha pesquisa e o livro que pretendo escrever. Qualquer informação ficarei muito grata. Desde já agradeço a quem puder ajudar.

  6. Muito obrigada Paulo pela sua boa vontade em ajudar. Estive afastada de minhas buscas por um tempo e só agora vi sua resposta. Vou procurar .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *