Benfica

Localização das Agências Postais do Município do Rio de Janeiro

Quadro de agencias

 

      A MRJ 38 “Estação Benfica” é objeto de estudo apresentado ao pé desta página.

Um detalhe do mapa Alcantara de 1842 mostrado acima retrata aproximadamente as antigas freguesias do Engenho Novo de 1873 (Benfica e Manguinhos) e a de São Cristóvão de 1856. Pela proximidade com a Quinta da Boa Vista a área tem história relevante no século XIX. Manguinhos será abordado junto com Bemfica por afinidade pois, além de vizinhos, compartilharam ferrovias e as redes postais urbanas, cuja história pode ser vista clicando aqui: menu Correio Urbano. 

Em tracejado, a Estrada de Santa Cruz que, a partir da independência, passou a ser conhecida por Estrada Real já que ligava a Quinta da Boa Vista à Fazenda Imperial de Santa Cruz, trajeto percorrido por diligência em aproximadamente cinco horas.

Acrescentei também em pontilhado o futuro traçado da EF Rio D’Ouro. Note-se que toda a área ao norte dessas duas vias era formada por mar ou por mangues de modo que, ao longo da Estrada Real, o terreno ficava próximo à água, daí as localidades conhecidas por “Praia Grande e “Praia Pequena”.

História Postal

As agencias urbanas

A rede imperial de agencias urbanas foi implantada no Município Neutro entre1868 e 1877 e um dos seus ramais seguia pela Estrada Real onde foram criadas em 1869 duas agencias, sendo a agencia “Q” instalada na Rua de Benfica, 56 (Benfica) e a agencia “P” criada na Rua da Praia Pequena, 15 em Manguinhos, ponto final da rede urbana naquela época.

A rede de agencias urbanas foi abandonada por volta de 1882. O Largo de Benfica voltaria a ter uma agencia somente em 1913; Manguinhos teve melhor sorte, já que na República uma nova agencia “Praia Pequena” foi criada em 1890 e funcionou, com intervalos, até 1940. Os sucessivos aterros desfiguraram a orla original, mas ainda hoje existem diversos canais de drenagem dessa área, como se vê no Wikimapia a seguir.

As Ferrovias

O mapa mostra várias ferrovias que cruzaram o bairro e estão descritas pelas cores sobrepostas pelo autor no Wikimapia:

  1. a Estrada de Ferro Rio d’Ouro tem seu projeto em 1875 para dar apoio à construção de uma nova rede de abastecimento de água na Corte. Entregue em 1876, ela seria depois aproveitada para transporte de passageiros, serviço inaugurado em 15 de janeiro de 1883 no trecho que servia Benfica e Manguinhos. O traçado sofreu grande alteração ao longo dos anos devido aos aterros e por isso acrescentei o provável traçado original em pontilhado vermelho.
  2. a Estrada de Ferro Melhoramentos, ou Linha Auxiliar foi construída em 1895 para desafogar o trânsito na Central do Brasil. Sua estação na área era a Triagem. Existiu uma agencia com esse nome que está catalogada em São Francisco Xavier.
  3. a Estrada de Ferro do Norte, ou Leopoldina, foi construída em 1886 e não teve estação em Benfica.

O mapa Maschek-Laemmert abaixo é datado 187? na B.N. No entanto, na linha do Tramway do Rio do Ouro ele cita na Ponta do Caju a Estação do Rio do Ouro”. Sabendo que ela foi construída no final da década e inaugurada em 1883, achei razoável datar o mapa em 1880.

Marquei no mapa em vermelho as estações conhecidas na época da inauguração. Ver tabelas de horário da EFRD no estudo sobre o carimbo “Estação de Bemfica” ao pé desta pagina. Embora as estações Benfica e Praia Pequena tenham sido inauguradas em locais que já possuíam agencias, não há notícia que elas tivessem sido realocadas para as estações.


Carimbos de Benfica com imagens 

MRJ 37 – Agencia Urbana “Q” em Bemfica (1869-1882)

Desta não tenho carimbos; nem mesmo Paulo Ayres o inclui entre seus desenhos.

MRJ 39 – AC Benfica (1984-1992)

MRJ 41 – ACF Cadeg (1993-2013)

MRJ 41A – AGF Souza Felix (2013-  )

MRJ 42 – ACF Olimpio de Melo (1995-2013)

MRJ 42A – AGF Benfica (2013 –  )

 


MANGUINHOS


MANGUINHOS

A região, bastante favelizada, é hoje mais conhecida pela Refinaria de Manguinhos, inaugurada em 1954.

Uma boa história é da estação local da EF do Norte, originalmente Amorim, depois Carlos Chagas e finalmente Manguinhos. Mas, para ilustrar a história, vale reproduzir dois artigos da imprensa (Diario de Noticias (1936) e Correio da Manhã (1935).

   

A imagem é do emblemático castelo mourisco da Fundação Oswaldo Cruz., situado em um terreno em Manguinhos onde diversos institutos de pesquisa e de ensino também têm suas instalações.

Projeto de Inclusão Social da Fiocruz

Resumo da nota publicada pela Agencia Fiocruz de Noticias em 25/10/2005:
“A Fiocruz recebeu representantes da ECT e das associações de moradores das 13 comunidades que compõem o Complexo de Manguinhos para selar a implantação do Projeto Inclusão Postal. A iniciativa prevê a instalação de 13 Agências de Correios Comunitárias (AGC) que disponibilizarão para as comunidades produtos e serviços dos Correios. Mais de 30 mil pessoas passarão a receber correspondência em casa e a utilizar os serviços dos Correios sem precisar se deslocar para outros pontos da cidade. Representantes de cada comunidade que compõe o Complexo receberam os carimbos datadores que serão utilizados em suas agências de correios e uma cartela de selos com imagens do calçadão de Copacabana e do Pão de Açúcar, símbolos do Rio de Janeiro”.

Encontrei menção a 12 agências tipo AGC instaladas nos bairros vizinhos, onde estão listadas e numeradas. Entretanto, embora a nota publicada acima mencione a distribuição de carimbos, jamais encontrei um deles. As AGC não tiveram vida longa, sendo fechadas ao final de 2012.

BENFICA:
MRJ 43 –   AGC CHP2
MRJ 43A – AGC Conjunto Nelson Mandela
MRJ 43B – AGC Conjunto Samora Machel
MRJ 43C – AGC Vila União
MRJ 43D – AGC Vitoria de Manguinhos
MANGUINHOS:
MRJ 49 –   AGC Comunidade Agricola de Higienopolis
MRJ 49A – AGC Vila Turismo
MRJ 49B – AGC Parque João Goulart
MRJ 49C – AGC Parque Oswaldo Cruz
BONSUCESSO:
MRJ 61 –   AGC Vila S. Pedro
MRJ 61A – AGC Parque Carlos Chagas
MRJ 61B – AGC Parque Monsenhor Brito

Como curiosidade, essas são as únicas AGC que existiram no município, com exceção da AGC Nuclen em Botafogo (de breve vida) e da AGC Comandante Ferraz no Centro, a única ainda em funcionamento.

Carimbos de Manguinhos com imagens 

MRJ 45 – Praia Pequena, agencia urbana “P” (1869-1882)

MRJ 46 – Praia Pequena, estação da EFRO (1890 – 1928)

MRJ 47 – Praia Pequena (1937 – 1940)

Historicamente chamada Praia Pequena de Bemfica, marcava o ponto final do roteiro da rede de agencias urbanas de 1869 e, de certa forma, os limites do bairro de Bemfica, fazendo divisa com o então Engenho Novo. Uma pena não possuir nenhum carimbo dessa localidade histórica.

MRJ 48 – Fundação Oswaldo Cruz (1980 – )

 

 


ESTUDO: ESTAÇÃO BEMFICA

Carimbo “Estação Bemfica” (PA 1237)


A agencia Estação de Bemfica é um bom exemplo das controvérsias que permeiam a história postal. Neste caso, a que local se refere o carimbo PA 1237, que aparece sobre emissão de 1876? Imagem acima.

O assunto se estenderá, pois pesquisei três hipóteses:

  1. Na EF Rio D’Ouro, bairro de Benfica no Município Neutro;
  2. Na EF D. Pedro II, Linha do Centro em Minas Gerais;
  3. Em Minas Gerais, porém com subordinação temporária à DR-RJ.

 


Hipótese 1 – Estação da EF Rio D’Ouro, no bairro de Benfica no Município Neutro


Alguns colegas, entre os quais R. Koester, atribuem o carimbo a este local, talvez sob influência do Guia Postal de 1880 que no seu verbete 324 reza “Estação de Bemfica, Rio de Janeiro” (imagem).

Para validar esta hipótese, é preciso estudar separadamente os dois pontos englobados no verbete do GP e comprovar a existência da estação e da agencia postal nessa data.

1.1. A estação

A Estrada de Ferro Rio D’Ouro foi projetada para transportar material para as obras da adutora nos mananciais da Serra do Tinguá. O trecho inicial entre a Ponta do Caju até a represa do rio D’Ouro foi concluído em 1877. As obras da adutora, apesar de incompletas, foram inauguradas em 12.05.1880 com a presença do Imperador.

Aviso do M.A. publicado no J. do Commercio no dia 10/1/83

No entanto, o serviço de passageiros só foi autorizado, mesmo assim provisoriamente, por aviso do Ministério da Agricultura de 03.01.1883 e sendo inaugurado em 15 de janeiro.

O ato de inauguração não teve nenhuma repercussão na imprensa, nem publicação de comunicado oficial da EFRD ou do M.A. A primeira informação que dispomos é uma tabela de horários publicada na Gazeta de Noticias em 18 de novembro de 1881 com as estações existentes na linha, inclusive a de Bemfica, para um evento em Pilares em data próxima.

 

Temos também uma tabela publicada pelo Almanak Laemmert de 1883, que reproduzo abaixo. Pelos horários, nota-se que é uma linha de serviço e não de passageiros. Nesta, curiosamente, surge a estação de Praia Pequena, mas não a de Venda Grande.

Dessas tabelas, extraímos a informação que a parada Bemfica ficava na rua do Jockey Club. Coloco a ressalva que pode ser uma parada temporária, somente para a tal festa. Assim, no mapa Maschek/Laemmert de 1900 (imagem abaixo) circulei em azul os locais das estações da EF Rio D’ouro na rua Bella de S. João e na rua Jockey Club, e adicionei mais à esquerda ao alto o presumido local da agencia postal “Bemfica”, no nº56 da rua de mesmo nome, sobre a qual falarei mais adiante.

Note-se ainda que o mesmo GP de 1880 no seu Anexo A (Chorographia) descreve como “Estação de Bemfica” somente o verbete de Minas (imagem).

***

1.2 A agencia postal

O regulamento constante no Decreto 3443 de 1865, em seu artigo 21, traz novamente a intenção de implantar um Correio Urbano (*). Uma das iniciativas foi implantar entre 1868 e 1877 uma rede de 25 agencias urbanas identificadas por letras de A a Z. Entre essas, a agencia “Q”, criada em 1869 na Rua de Bemfica, 56 (fonte Almanak Laemmert 1880 – imagem abaixo).

Assinalei esse endereço no mapa Maschek/Laemmert cuja imagem está logo acima. Presumo que o número 56 da rua Bemfica não é  o mesmo local na rua Jockey Club onde se aponta a parada Bemfica.

(*) Para informação detalhada sobre o serviço urbano, consultar o menu Correio Urbano.

Conclusões sobre a hipótese 1

A estação, ou parada, no bairro de Benfica ficava numa ferrovia de serviço que foi autorizada para passageiros somente em 1883.

Quanto à agencia “Q”, foi criada em 1869 como parte de uma rede urbana sem relação com a ferrovia que seria construída anos depois. No início dos anos 1880, essa rede estava sendo desativada e a próxima agencia no bairro foi criada somente em 1915 (Largo de Benfica). Concluindo, acho pouco provável que a estação-agencia seja aquela a que o verbete do GP 1880 se refere.

 

Hipótese 2 – Na EF D. Pedro II, Linha do Centro em Minas Gerais


A estação Bemfica foi construída na Linha do Centro da EF D. Pedro II, no município de Juiz de Fora em Minas Gerais. A linha tem expressão nacional e a estação foi inaugurada em 2 de janeiro de 1877. Sua agencia postal criada logo a seguir em 23 de fevereiro de 1877 (imagem de O Globo de 23.02.1877).

As pesquisas na imprensa sobre “Estação Bemfica” entre 1875 e 1880 citam unicamente esta estação em Minas Gerais.

É, portanto, forte candidata. Tem contra ela tão-somente não constar do GP 1880, nem no trabalho de R. Koester – que atribui a ela 17 de julho de 1881 como data de criação (e também Paula Sobrinho). Essas datas a deixariam fora do GP de 1880.

No entanto, é importante esclarecer que J.F. Paula Sobrinho normalmente aponta em seu livro como data de criação aquela em que as agencias são registradas na DR-MG. Como veremos na hipótese 3, se uma agencia tiver sido criada com subordinação à DR-RJ ela só será registrada por JFPS após a transferência de diretoria.

Para desempatar, reproduzo a “Tabella das Agencias do Correio do Imperio” aprovada por aviso do Ministerio da Agricultura em 24.11.1884 e publicada em 1885, onde se lê: Bemfica, Estação: DCA 1877 (imagem).

Conclusões sobre a hipótese 2

As datas de criação da agencia e da estação em Juiz de Fora são compatíveis e portanto a colocam como forte candidata. Mas existe uma terceira hipótese que talvez seja ainda mais adequada.

***

Hipótese 3 – Em Minas Gerais, porém com subordinação temporária à DR-RJ


Esta hipótese parte do princípio de que a hipótese 2 está correta e a estação de Bemfica, bem como sua agencia postal, estejam localizadas na Linha do Centro e no município de Juiz de Fora MG. O mapa Canabrava abaixo mostra a localização das estações nesse município (imagem cortesia do filatelista Marcio Protzner de Minas Gerais).

Esta hipótese sustenta que, apesar de ter sido criada em Minas, a agencia esteve subordinada temporariamente à DR-RJ. Isso é bastante comum nessa linha uma vez que quatro outras estações vizinhas em território mineiro também estiveram subordinadas à DR-RJ. Veja resumo no quadro abaixo, onde DCA/RJ é a data de criação e DCA/MG indica as datas em que as agencias passaram a se reportar à MG.


Conclusão final

Na minha opinião, a hipótese 3 é a que melhor se coaduna com os documentos apresentados. Dessa forma, o carimbo PA 1237 Bemfica refere-se à estação em Minas Gerais cuja agência ficou subordinada temporariamente à DR/RJ. Vale ainda dizer que nesta hipótese o GP 1880 está totalmente correto ao apontá-la no RJ, a quem afinal a agencia esteve subordinada nessa época.

Falta-nos contudo o documento principal: uma carta com o carimbo e a clara identificação do local do remetente. Quem sabe aparece?


Notas e informações

Nota 1 – Agencia “Estação de Retiro”. Como vimos, esta agencia foi criada no mesmo ato em 1877. No entanto, o GP de 1880 a lista em MG. Assim, não há elementos suficientes para supor que ela tenha respondido à DR-RJ como Bemfica, embora Paula Sobrinho a tenha criado somente em 15/07/1881 o que indicaria um período entre 1877 e 1891 subordinada à DR/RJ. Decidi apresentá-la na lista do RJ, com data de transferência não conhecida.

Nota 2O segundo carimbo que RK apresenta em 1887 seria da estação Bemfica já subordinada à DR-MG.

 

 

Nota 3 – Bibliografia

“A Água do Rio” por Jose de Santa Ritta / Synergia Editora – RJ 2009
“A Formação das EF no Rio de Janeiro” por Helio Rodriguez / Memoria do Trem – RJ 2004
“História Postal de Minas Gerais” por Jose Francisco de Paula Sobrinho.
Hemeroteca da Biblioteca Nacional Rio de Janeiro

 


©2012-2022 agenciaspostais.com.br (revisada e reestruturada em junho 2022)