T20 – D31

ERA CONTEMPORÂNEA: A FAMÍLIA “D-31”

Uma série de novos tipos abre a era contemporânea. Todos com círculo externo de 31 mm e a maioria sem o círculo interno como principais características. Desaparecem as orelhas e também BRASIL na legenda inferior. O tipo D-31 é o ícone do período tendo circulado entre 1972 e 1999. No entanto, na passagem dos anos 70 para os 80, nota-se grande criatividade e uma profusão de uma dezena de tipos e subtipos. O quadro abaixo resume essa diversidade, para dar uma visão de conjunto.

TIPO [20] “D-31”

(Padrão nacional BR-18)

Como diz o nome, trata-se de um tipo com diâmetro externo de 31mm. A ausência de círculo interno, datador em algarismos arábicos e legendas em tipos elegantes faz dele um formato de aspecto muito limpo. Com abrangência nacional, circulou em todo o estado por longo período, de 1972 a 1999. Mesmo assim, manteve razoável uniformidade ao longo do tempo, resultado de boa padronização. A exceção é um subtipo em negrito, descrito a seguir.

 

Subtipo [20a]Em agências do interior do Estado, uma versão com tipologia em corpo menor e negrito circulou entre 1976 e 1985. A emissão foi provavelmente gerenciada pela DR-NT.

Carimbologia T20 pg1

 As imagens do T[20] mostram um exemplar circulado na capital e três no interior. Os dois últimos possuem versões em negrito apresentadas na segunda linha. Note que em Araruama ambos os tipos (20 e 20a) foram utilizados no mesmo ano.

Subtipo [20b]: ainda mais raro que o anterior, esse subtipo apresenta legendas gigantes. Conheço só três exemplares: dois da capital e um de Vilar dos Teles em São João de Meriti. Esse tipo está apresentado na imagem abaixo.

Ao seu lado, só por curiosidade, um carimbo de Queimados com legenda GB. Na época, Queimados era distrito de Nova Iguaçu e o estado da Guanabara (GB) não mais existia (!).

Carimbologia T20 pg2

© 2013-2018 www.agenciaspostais.com.br – agosto de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *