Madureira e Mangueira

Localização das Agências Postais do Município do Rio de Janeiro

O bairro tem esse nome em homenagem a Lourenço Madureira, arrendatário da maior fazenda da região em meados do século XIX. A estação de EFCB é de 1890 e a agência postal veio em seguida, criada em 29 de agosto do mesmo ano. Madureira é famosa pelo seu mercado, inaugurado em 1919. Em sua  reinauguração em 1959, em novas instalações, o já apelidado Mercadão de Madureira contou com a presença do então presidente Juscelino Kubistheck.

Nos anos 30, Madureira era o local onde os trens de subúrbio faziam retorno para o centro da cidade. Para isso, foi construído o “Ramal Cicular de Madureira” que permitia a manobra dos trens. Veja a imagem abaixo. Mais detalhes podem ser vistos no capítulo “Correio Ferroviário” (veja tambem matéria no bairro de Campinho).

Ramal Circular de Madureira em 1938

Carimbos do bairro de Madureira

 

MANGUEIRA

Mangueira é um favela muito antiga, com origens por volta de 1850. O morro onde começaram a surgir os barracos recebeu uma das primeiras antenas do telégrafo, passando a ser conhecido por Morro do Telégrafo. No entanto, uma fábrica das proximidades resolveu mudar seu nome para “Fábrica de Chapéus Mangueira” pois a região era grande produtora da fruta. Assim, quando a EFCB construiu em 1889 uma de suas estações no local, denominou-a “Mangueira”. A partir daí, o morro passou a ser conhecido por Morro da Mangueira, sendo o Telégrafo um de seus sub-bairros. A agência postal é dessa época, tendo sido criada em 1896. A comunidade é hoje mais conhecida por sua popular Escola de Samba, a Estação Primeira da Mangueira, que evoca a pioneira estação da EFCB.

Carimbos da Mangueira

© 2012-2018 www.agenciaspostais.com.br – dezembro 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *