3ª Secção

3ª SECÇÃO (1881 – 1940)

Império (1881-1889)

O decreto imperial de 1865 pela primeira vez define uma estrutura organizacional em quatro seções.Coube à 3ª.Secção a responsabilidade pela condução de malas, acrescida em 1873 com o franqueamento e o correio ambulante.  Vários tipos circularam a partir de 1881 até o final do Império, emitidos por tres turnos (M, T e N).

Tipo Urbano (1887-1888)

Diferentemente da 1a. Secção, na terceira só encontrei exemplares da 1a. série, ou seja, circulados no Império. Também possuem divisão pelos tres turnos.

Tipos de transição Império-República (1889-1890)

Carimbos circulares RIO DE JANEIRO e legendas inferiores Expedição e Distribuição, circularam a partir de 1889 continuando pela Republica até 1890.

República – tipos regulares

A primeira série original da Republica apresenta a legenda CAPITAL FEDERAL com as legendas inferiores Expedição, Recebimento e Registradas com Valor. Circularam de 1891 a 1894, ano em que foi publicado o primeiro Regulamento Postal da Republica, alterando suas atribuições.

A exemplo da 1ª. Seção, também aqui circulou a original série “Barras Duplas” (Tipo 5i) de 1908 a 1916.

Nesse ano foram introduzidos os carimbos circulares “regulares”, que apresentam diversos tipos e variedades; circularam de 1916 a 1940. A partir dessa data não são encontrados mais carimbos da terceira. Não encontrei registro específico da data em documento oficial, mas a portaria de 1946 já registra Tesouraria como sua atribuição.

Tipos especiais e de serviço (raros)

Paquebots: um único exemplar retangular de ca.1910; tipo raro.
Conferencia: único exemplar em 1922 (o Decreto de 1921 lista essa atribuição na 3ª);
M.P. (mão-própria): alguns tipos entre 1910 e 1934, este último bastante exótico. Lembro ainda que a atribuição MP esteve na 5a. seção entre 1898 e 1908.

(Nota: devido à similaridade de formatos, incluí os tipos “R. com valor” dentre os regulares, como pode ser visto no subtítulo acima, embora eles pudessem tambem estar classificados aqui. Essa atribuição passou em 1894 para a 6a. Secção – vide).

Carimbos mecânicos

Apesar de os primeiros exemplares obliteradores já aparecerem em 1914, a 3a. Secção foi econômica em utilizar esse recurso, sendo escassos seus carimbos. Quanto aos propagandísticos, foram utilizados também com parcimônia nos anos 1930.

TABELA DE TIPOS DA 3A. SECÇÃO

A tabela abaixo descreve os exemplares e os apresenta segundo a ordem cronológica em que as imagens serão apresentadas.

Imagens de carimbos da terceira secção

3A. SECÇÃO – IMPERIO

O tipo IMP 48 acima merece um comentário. Trata-se de um carimbo inovador pelas suas características originais. Primeiro, o formato grande (31×22). Segundo, o datador 1L-A-2-DC (data em 1 linha e dois “dígitos de controle” – no caso, 3T – 3a. seção tarde). Circulou de 1885 a 1887, sendo a grande maioria conhecida de 1886, como o envelope com destino à Hamburgo apresentado. Esse layout pode ser considerado o precursor do tipo urbano que apresento abaixo (URB 19 a 21).

3a. SECÇÃO – TIPO URBANO

3A. SECÇÃO –  TRANSIÇÃO IMPERIO-REPUBLICA

3A. SECÇÃO – TIPO CAPITAL FEDERAL

3A. SECÇÃO – TIPO BARRAS-DUPLAS

 

3ª SECÇÃO – REGULARES

3ª SECÇÃO – MP

3ª SECÇÃO – PAQUEBOT

3ª SECÇÃO – CONFERENCIA

O exemplar CRJ 56R que apresento abaixo como fragmento tem uma característica singular ao trazer a legenda superior “D.G. dos C. RIO” que nos faz pensar tratar-se de um carimbo administrativo. No entanto, a legenda inferior acrescenta “3ªS” e as orelhas 2A./T. que de fato apresenta uma seção e turma operacionais. Consultando o Regulamento de 1921 vemos que de fato a 3ª Secção tem entre suas atribuições (e logo como a primeira), “1º Recebimento, abertura e conferencia, das malas entradas, por via maritima ou terrestre (…)” o que justifica a catalogarmos aqui.

3ª SECÇÃO – CARIMOS MECANICOS OBLITERADORES

3ª SECÇÃO – CARIMBOS MECANICOS PROPAGANDÍSTICOS

 

© 2012-2021 www.agenciaspostais.com.br – abril de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *