Baixada Campista

Tabela de agencias da Baixada Campista de Campos dos Goytacazes

Durante o século XIX a Baixada Campista experimentou um significativo desenvolvimento da indústria açucareira em detrimento da atividade pecuária. A construção de uma extensa rede ferroviária e a transformação dos engenhos em usinas são a marca dessa era econômica. O desenvolvimento em volta das estações e das usinas motivou a criação de agências postais nessas localidades.

O grande numero de agencias como se observa na tabela acima motivou um estudo em profundidade que está no menu História Postal deste site com o título Agencias da Baixada Campista. Clique para ser direcionado. Recomendo a leitura àqueles que quiserem se aprofundar.


AS AGENCIAS


O chamado Ramal de Campista teve duas agencias no território de Campos.

ERJ 256 – Dores de Ayrizes (1895)

O imponente Solar, construído em sua forma atual em princípios do século XIX pelo comendador Cláudio do Couto e Souza, foi o primeiro imóvel a ser tombado pelo IPHAN, reconhecendo-se o seu valor histórico e patrimonial.  Alberto Lamego, escritor e colecionador de arte é genro do comendador e herdou o edifício.

O local foi parada do Ramal de Campista, vê-se a plataforma no canto inferior direito. Uma agencia postal existiu na localidade de 1895 a 1940. A propriedade está muito mal conservada mas fala-se em preservá-la com a construção de um condomínio em seu terreno.

Revista da Semana de 9 de setembro de 1939

ERJ 257 – Martins Lage (anos 1950)

Estação da mesma linha e situada poucas quadras à frente, é de Martins Lage que partia o Ramal de Colomins que veremos adiante. Teve agencia por alguns anos.


A Linha 50 ou Ramal de Colomins, com 5 km de extensão, foi inaugurado em 15 de dezembro de 1900 partindo de Martins Lage e terminando no “Arraial de S. Sebastião”.

O mapa Rensburg de 1867, assinala a Freguesia de S.Sebastião que está entre as três mais importantes na época. As outras duas, † S.Gonçalo e S.Amaro, foram ligadas pela Linha 49, como veremos a seguir.

FIGURA 1

Um trajeto entre muitas usinas, tais como Tahy, Limão, Cambahyba e Poço Gordo. Alguns desses nomes ainda podem ser vistos no mapa atual.

Agencias da Linha 50
ERJ 258 – Cambaíba (1906)
ERJ 259 – Poço Gordo (1910)
ERJ 260 – São Sebastião de Campos, arraial (1894)
ERJ 261 – São Sebastião de Campos, estação (1900)
ERJ 262 – Mussurepe (1903)
ERJ 263 – Colomins (1911)
ERJ 264 – São Sebastião de Campos (1894)
ERJ 264A – AGC São Sebastião (2000)

Como já mencionei na abertura desta página, há muita informação desencontrada nessas ferrovias. No caso desta linha, vale observar que na localidade final, distrito, estação e agencia nunca compartilharam o mesmo nome, veja tabela:

Para complicar mais, tanto Mussurepe quanto São Sebastião (erradamente, como veremos) foram também nomes de estação na Linha 49.


A Linha 49 ou EF Campos a São Sebastião – em seu primeiro trecho – foi a primeira ferrovia construída em Campos e sua locomotiva a primeira a cruzar as ruas da cidade. Foi autorizada através de dois contratos, assinados em 1870 e 1906.

Como se vê na tabela acima, o primeiro trecho passou por S. Gonçalo e chegou a São Sebastião, ponta de linha do contrato, em 21 de dezembro de 1873.

A tese que defendi no estudo Agencias da Baixada Campista  demonstra que a ferrovia não chegou à sede da Freguesia S.Sebastião (Figura 1) mas sim à localidade de Mineiros, situada no então nos limites do território daquela freguesia. S.Sebastião só seria de fato servida em 1900 pelo Ramal de Colomins, como vimos mais acima. No entanto, o nome que deram à estação foi mesmo S.Sebastião, mas ela receberia o correto nome de Mineiros em 1892 já na gestão da Cia. Leopoldina.

Agencias da Linha 49, 1º trecho

ERJ 201A – Avenida

A estação avenida foi construída nas pistas centrais da rua do Beco e também servia à linha de bonde Turf Club, como se vê na imagem. A agencia é de 1925 e está listada na página da sede do município, como também a Beco ERJ 194.

As agencias indentadas representam novos nomes do mesmo local.

ERJ 265 – Dona Ana (1913)
ERJ 266 – São Gonçalo de Campos (1889) 
ERJ 267 – Goitacazes (1915)
ERJ 268 – Campo Limpo (1889)
ERJ 269 – Tahy (1928)
ERJ 270 – ACG Campo Limpo (2000)
ERJ 271 – São Sebastião (1889)
ERJ 272 – Mineiros (1892)

Notas:

  • São Gonçalo é o mais antigo distrito do município, tendo sido criado em 1673. Renomeado Goitacazes em 1938 e extinto em 1967 com território anexado a Campos.


Linha 49 ou EF Campos a S. Sebastião 2º trecho.

O contrato de prolongamento dessa linha foi assinado em 1906, já na gestão da Cia. Leopoldina. O objetivo era chegar à Freguesia de Santo Amaro que, como vimos na Figura 1, era uma das mais importantes da região. Depois de algum tempo ficou conhecida como Ramal de Santo Amaro.


Notas:

  • Vê- se que aparece em 1908 um Mussurepe como estação (e posteriormente agencia). Lembro que vimos na Linha 50 esse mesmo nome ser usado em 1903 para renomear S. Sebastião de Campos. Com a inauguração desta estação em 1908, aquela seria mais uma vez renomeada, agora como Colomins. Note-se que Mussurepe era um povoado neste local e já possuía agencia com esse nome desde 1893.
  • Um dos nomes que a agencia Santo Amaro toma é Pinheiro Machado, político que possuía uma fazenda na vizinhança. À época da inauguração da estação (1908), o então senador desfrutava máximo prestígio e cogitava candidatar-se a presidente. Foi assassinado em 1915, mas a agencia manteve seu nome até 1946.
  • Santo Amaro é distrito desde 1890. Renomeado Santo Amaro de Campos em 1944. De 1911 a 1923 sua sede foi transferida para São Martinho (ERJ 285).

As agencias indentadas representam novos nomes do mesmo local. Todas estão ativas sob a forma de AGC.

ERJ 273 – Saturnino Braga (1904)
ERJ 273A – AGC Saturnino Braga
ERJ 274 – Mussurepe, povoado (1893)
ERJ 275 – Mussurepe, estação (1924)
ERJ 275A – AGC Mussurepe (2004)
ERJ 276 – Baixa Grande (1920)
ERJ 276A – AGC Baixa Grande (2000)
ERJ 277 – Santo Amaro, arraial (1905)
ERJ 278 – Lagoa Feia (1906)
ERJ 279 – Pinheiro Machado (1910)
ERJ 280 – Santo Amaro de Campos (1946)
ERJ 281 – AGC Marrecas (2006)


ERJ 282 – Farol de São Tome
ERJ 282A – AGC Farol de São Tome

O Farol de São Tome

campos-farol-de-sao-tomeA estrutura tem 45 metros de altura e foi inaugurada em 29 de julho de 1882, data escolhida em homenagem ao aniversário da Princesa Isabel. O projeto, segundo o portal local, é do engenheiro Gustave Eiffel, o mesmo da torre parisiense.

A agência postal da localidade é bem mais recente, dos anos 1970, e está ativa como AGC.

Um dos selos da série Maravilhas do Rio, # C3048 de 2010 traz a imagem do farol.

 


ERJ 283 – Tocos (1952)
ERJ 283A – AGC Tocos (2000)

Tocos é distrito de Campos desde 23 de abril de 1958


ERJ 284 – AP Ponta Grossa dos Fidalgos 
ERJ 284A – AGC Ponta Grossa dos Fidalgos 

ERJ 285 – São Martinho (1910)
ERJ 285 – São Martinho (1953)
ERJ 286A – AGC São Martinho (2004)

São Martinho recebeu a sede do distrito de Santo Amaro de 3 de novembro de 1911 até 31/12/1923.


ERJ 287 – AGC Beira do Taí


© 2011-2021 agenciaspostais.com.br (reestruturado em junho de 2021)